Como escolher um advogado do consumidor?

Direito do consumidor: o que fazer quando receber muitas ligações de cobranças?
5 de abril de 2018
Conheça os principais direitos e deveres do consumidor que compra na internet
17 de abril de 2018

Como escolher um advogado do consumidor?

Como se já não fosse difícil encontrar o advogado mais adequado para tratar de sua causa, quando o assunto é defesa do consumidor, essa escolha é ainda mais decisiva. Isso ocorre porque a advocacia na área do consumo é bastante específica, obedecendo a regras processuais diferentes, bem como ao Código de Defesa do Consumidor.

Mas qual a melhor forma de escolher um advogado do consumidor? Quais critérios devem ser observados? Confira estas dicas:

Procure uma referência com amigos e familiares

Essa é uma das melhores maneiras de encontrar bons advogados. Em regal, as pessoas somente indicam profissionais do Direito que fizeram um bom trabalho de defesa de seus clientes. Caso a experiência tenha sido ruim, dificilmente essa pessoa será recomendada, já que há muitos advogados atuando no mercado.

Assim, procure confiar nas indicações de pessoas próximas a você. Faça perguntas sobre a forma como o advogado lidou com o processo, se as explicações sobre o caso foram satisfatória, quais critérios foram utilizados, etc.

Pesquise no site da OAB de seu estado opções de advogado do consumidor

Você sabia que a Ordem dos Advogados do Brasil disponibiliza cadastros dos advogados inscritos em cada estado? Também é possível fazer uma pesquisa no cadastro nacional de advogados regularmente inscritos na OAB (basta clicar aqui).

Ao procurar um advogado de sua cidade nas seções estaduais da OAB, é possível verificar também suas áreas de especialização no cadastro online. Você pode entrar em contato especificamente com aqueles advogados que atuam em Direito do Consumidor.

Procure on-line escritórios especializados

O Google não deixa de ser uma fonte de pesquisa interessante para quem quer encontrar advogados na área de Direito do Consumidor. Ao fazer uma busca rápida por meio dessa ferramenta, são listados os principais escritórios em sua região, principalmente se os escritórios tiverem um site institucional na internet.

Não tenha receio de perguntar sobre valores

Assim como na contratação de qualquer outro tipo de prestação de serviços, não deixe de perguntar a seu advogado sobre o valor de honorários, consultorias e outras atividades realizadas em seu processo. É preciso saber exatamente quanto você terá que pagar pelos serviços para só então tomar uma decisão informada.

Converse bastante com o advogado sobre seu caso

Seu advogado é a melhor pessoa com a qual conversar sobre seu caso. Matérias envolvendo relações de consumo envolvem diversos detalhes importantes, como documentação, datas das compras e prestações de serviços, entre outras informações cuja relevância somente poderá ser bem avaliada por um advogado responsável.

Nesse contexto, não deixe de perguntar nada e procure evitar sair com dúvidas desse encontro. O objetivo é esclarecer exatamente o que ocorreu, bem como suas chances reais em um eventual processo de indenização, revisão de contrato, ou outra modalidade de ação que o advogado entender adequada para seu caso.

Como você pode perceber, vários critérios devem ser observados na escolha de um advogado do consumidor. Seguir esses passos é a melhor forma de assegurar que você terá a melhor defesa possível em juízo. Que tal conferir também nosso artigo sobre 9 direitos do consumidor que você precisa conhecer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *